Costa Amazônica

Apoio às cadeias produtivas sustentáveis na costa da Amazônia brasileira

Participação social, corresponsabilidade e diversidade cultural e de saberes como base para a construção de novas economias

 

Parceiro: Unesco

 

logo_pesca_sustentavel_peqOs habitantes do litoral amazônico exploram diferentes ecossistemas: o mar, os rios e igarapés e os manguezais, os quais têm relevante importância na vida dos mesmos, pois para muito deles, representa a principal fonte de subsistência e renda. Nesta região, o Fundo Vale mantém uma importante parceria com a Unesco, com foco na articulação para o desenvolvimento e fortalecimento das cadeias produtivas sustentáveis da pesca artesanal.

Tendo como base a corresponsabilidade dos atores envolvidos e a valorização da diversidade cultural e de saberes das comunidades tradicionais, a iniciativa pretende estabelecer de forma sólida as cadeias produtivas sustentáveis da pesca de camarão e cata de caranguejo, do Amapá ao Maranhão.

Os primeiros passos da parceria teve como foco de atuação a construção colaborativa do próprio projeto, envolvendo representantes governamentais da União e dos três Estados, universidades, organizações não governamentais e, principalmente, associações e comunidades ligadas à pesca e cata de caranguejo. Essas associações e comunidades, previstas para serem as protagonistas de todo o processo, mesmo antes da implementação da iniciativa já puderam experimentaram o valor dessa articulação.

Fruto do compartilhamento de experiências ao longo desses encontros, os pescadores trocaram informações sobre técnicas para acondicionamento e transporte de caranguejos capazes de ampliar os ganhos em mais de 2/3 do volume comercializado, aumentando o tempo de sobrevivência dos animais e acessando novos mercados. Seja pela riqueza natural da região seja pelo conhecimento e experiências dos atores envolvidos, tudo leva a crer que essa é só uma pequena amostra do potencial dessa iniciativa para o território.

 

Principais atividades:

  • Desenvolvimento das cadeias produtivas: apoio ao fortalecimento das cadeias produtivas da cata do caranguejo (Pará e Amapá) e da pesca do Camarão Regional (Pará e Amapá) e do camarão de água salgada (Maranhão); mapeamento e avaliação dessas cadeias; elaboração e implementação de mecanismos e instrumentos para o desenvolvimento das cadeias produtivas sustentáveis.
  • Gestão participativa e corresponsável das pescarias: apoio e fomento à geração de subsídios técnicos e de capacidades para a construção e consolidação de espaços e instâncias de decisão, usando tanto o enfoque ecossistêmico, quanto o manejo integrado e participativo do uso sustentável dos recursos pesqueiros; elaboração e implementação de instrumentos e mecanismos de monitoramento participativo das pescarias de caranguejo, camarão regional e camarão de água salgada; criação de espaços e instâncias de decisão e gestão participativa dessas cadeias produtivas.
  • Desenvolvimento de competências (conhecimento, habilidade e atitude): desenvolvimento de diferentes competências junto aos atores envolvidos na construção da sustentabilidade das cadeias produtivas citadas; desenvolvimento de um programa de capacitação para o desenvolvimento de habilidades e para o empoderamento e formação de lideranças comunitárias; avaliação de tecnologias e inovações de baixo custo voltadas para o desenvolvimento das três cadeias produtivas da pesca identificadas.
  • Integração e manutenção da sinergia dentro e entre os eixos: promover e manter a integração dos três eixos do projeto e, principalmente, dos diferentes atores e instituições envolvidos na construção de cadeias produtivas sustentáveis da pesca da costa amazônica; realização de diagnóstico sócio-econômico-cultural dos trabalhadores da pesca artesanal das comunidades contempladas no projeto; implementação de um plano de monitoramento e comunicação; elaboração e validação de um plano de valorização das culturas locais; mapeamento e articulação de parcerias institucionais como instrumento de apoio à sustentabilidade do projeto.

 

Parceiros locais: Diversas partes interessadas estão apoiando o projeto, por exemplo, ICMBio, Universidades locais, ONG’s e Institutos de Pesquisa.

Ficha técnica:

Objetivo geral

Apoiar o desenvolvimento e fortalecimento das cadeias produtivas sustentáveis da pesca na costa amazônica, tendo como base a participação social, a corresponsabilidade e a diversidade cultural e de saberes.

Início

Janeiro de 2014

Duração

16 meses