Sul do Amazonas

PROJETO ENCERRADO: Fortalecimento das cadeias de valor sustentáveis no sul do Amazonas – Projeto + Valor

Fortalecer os empreendimentos comunitários é fator chave para os negócios sustentáveis no Sul do Amazonas


 

ALDEIA - Lurdes Boca do Acre-AM_ Jose Spanner_IEB

Dona Lurdes, em Boca do Acre (AM). Foto: IEB/José Spanner

Parceiro: Instituto Internacional de Educação do Brasil – IEB

Data de encerramento: Fevereiro de 2017

Como foco nos empreendimentos de base comunitária, atores chave para as atividades produtivas sustentáveis, o projeto tem como sua área de atuação direta os municípios de Boca do Acre, Lábrea e Manicoré, no Sul do Amazonas, onde há grande potencial agroextrativista.

O fortalecimento dos arranjos produtivos sustentáveis é parte da estratégia de viabilização econômica sustentável da região, em contraponto à economia predatória baseada no desmatamento e conversão da floresta e pastagem plantada.

Assim, o projeto pretende trabalhar com um conjunto de seis cadeias produtivas diretamente vinculadas ao manejo sustentável de recursos naturais: castanha do brasil; madeira oriunda dos planos de manejo florestal sustentável e familiar (MFSF); pirarucu oriundo do manejo de lagos; açaí; óleos vegetais; e cacau (nativo e plantado).

 

Principais atividades

  • Realizar amplo levantamento sobre as cadeias de valor sustentáveis do território, a fim de subsidiar uma estratégia de fortalecimento dessas cadeias nos próximos anos.
  • Mobilizar o conjunto de parcerias locais da sociedade civil (grupos, associações, cooperativas), poder público e setor privado para o desenho e implementação da estratégia de fortalecimento das cadeias de valor no território.
  • Melhorar a aderência e implementação de políticas públicas de apoio ao fortalecimento das cadeias de valor.

 

Parceiros locais: COVEMA, COOPMAS, COOPAGRI, APEMOL, COOPERAR e Associações agroextrativistas, OPAN, Cooperação Alemã para o Desenvolvimento (GiZ), Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS), Instituto de Desenvolvimento Agropecuário do Amazonas (IDAM), Comissão Especial do Plano da Lavoura Cacaueira (CEPLAC/MAPA), Serviço Florestal dos Estados Unidos (USFS), ICMBio, FUNAI, SEMA-AM, Serviço Florestal Brasileiro (SFB), Secretaria do Patrimônio da União (SPU), Programa Terra Legal, Secretaria de Política Fundiária do Estado do Amazonas (SPF).

 

Resultados do projeto

A região do sul do estado do Amazonas, recorte de atuação deste projeto, se caracteriza pelo processo de ocupação que assumiam um modelo de exploração econômica centrada na apropriação privada de terras públicas, desmatamento e criação extensiva de gado de corte. Este processo de ocupação se confronta com a o modelo de economia tradicional que é centrado no uso e manejo dos recursos naturais que representam baixo impacto a Floresta, que na verdade a conservam. Ainda assim, maior da população rural vive do extrativismo florestal madeireiro e não madeireiro, além da agricultura família e pesca.

O Projeto + Valor realizou ações de articulação e diálogo com os atores locais dos municípios de Boca do Acre, Lábrea e Manicoré ligados às cadeias produtivas da castanha, cacau, madeira, pirarucu e óleos, identificados como produtos prioritários da região. Sua principal ação foi um extenso levantamento e sistematização de dados e informações (notas técnicas) fundamentais para subsidiar ações para o fortalecimento da economia da floresta e das cadeias de valor dos produtos florestais neste território.

Esse mapeamento viabilizou a construção de um plano de ação para uma Estratégia para o Fortalecimento Econômico do Agroextrativismo no Sul do Amazonas, que traz como pontos de destaque as Unidades Familiares de Produção, a necessidade de uma abordagem sistêmica, a questão da viabilização de crédito/ capital de giro, o desafio da relação com os mercados, políticas públicas e mercados Institucionais, práticas produtivas integradas e um olhar sobre a gestão do território.

 

Mais informações

Ficha técnica:

Objetivo geral

Construir uma estratégia de cooperação técnica e organizacional com as instituições do sul do Amazonas voltada para o fortalecimento das cadeias de valor sustentáveis na região.

Início

Maio de 2016

Duração

8 meses