Realizada pela Audisa Auditoria e Consultoria Fechar

20 de Dezembro de 2019

Fórum Conexsus discute resultados e aprendizados

Evento marcou encerramento do Desafio Conexsus, que trouxe resultados expressivos no fortalecimento dos negócios ligados à cooperativas e associações que dedicam-se ao uso sustentável do solo e dos recursos naturais, à conservação das florestas e biomas e à valorização dos ativos socioambientais

Patrícia Daros, diretora do Fundo Vale, durante o Fórum

Nos dias 27 e 28 de novembro, aconteceu em São Paulo o Fórum Conexsus de Fortalecimento de Negócios Comunitários de Impacto Socioambiental. Foram dois dias de intensas trocas e aprendizados, analisando o balanço e resultados do Desafio Conexsus, programa realizado entre 2018 e 2019 com o apoio do Fundo Vale.

Mais de 1.000 negócios mapeados, 12 oficinas de aprofundamento em 10 cidades diferentes, 21 negócios comunitários acelerados, 30 empreendimentos com revisão de seus modelos de negócios, curadoria de acesso a mercado para 100 negócios, mapeamento da demanda (Plataforma Negócios pela Terra), piloto de acesso facilitado ao Pronaf via Basa- Banco da Amazônia, além do investimento direto em 2 negócios, estão entre os principais resultados.

O Programa implementou um conjunto de iniciativas estruturadas para qualificar os conhecimentos sobre o ecossistema dos negócios comunitários de impacto socioambiental no Brasil. São negócios que dedicam-se ao uso sustentável do solo e dos recursos naturais, à conservação das florestas e biomas e à valorização dos ativos socioambientais. São cooperativas, associações de produtores, negócios sociais ou outras formas associativas que geram receita, trabalho e renda para as comunidades envolvidas, muitas vezes como única alternativa ao uso predatório dos recursos naturais. A organização comunitária fortalece as comunidades e permite a manutenção de modos de vida diferenciados, promovendo a resiliência dos territórios.

Segundo Patrícia Daros, diretora do Fundo Vale, ainda há muitos desafios a serem enfrentados no fortalecimento dos negócios socioambientais. “Para o futuro, ainda é necessário aprimorar parcerias com instituições financeiras e de fomento para facilitar acesso a crédito, ampliar programas de aceleração, consolidar um veículo de investimento com foco nesse tipo de negócios e realizar matching entre demanda e produção, a partir dos mapeamentos feitos”, acredita.

Uma parte das iniciativas do Desafio Conexsus ainda está em andamento e as demais se desdobrarão em novas estratégias e ações do Instituto Conexões Sustentáveis, criador do programa. Entre as ações realizadas entre 2018 e 2019 destacam-se:

Mapa dos Negócios Comunitários do Brasil, realizado na Plataforma Conexsus, com informações básicas de perfil e demandas.
Jornada de Aceleração, realizada junto a um conjunto de organizações com maturidade e potencial avançados para aprimorar as estratégias de negócios e gestão.
Laboratório de Modelagem de Negócios aplicada ferramentas iniciais de reflexão e ajuste dos modelos de negócios em organizações de menor porte na Amazônia.
Movimento Negócios pela Terra, que  mapeou as demandas de empresas compradoras, como base para o desenho de novos arranjos de comercialização.
Laboratório de Crédito e Soluções Financeiras realiza protótipos de acesso a crédito rural para organizações em todo o Brasil, em parceria com instituições financeiras.

O Desafio Conexsus alcançou resultados expressivos, com destaque para:

• Mais de 1.000 negócios comunitários de impacto socioambiental mapeados em uma base pública de informações (desafioconexsus.org/mapeamento).
• Parcerias com 60 organizações atuantes no ecossistema dos negócios sustentáveis.
• Mais de 80 empreendimentos analisados quanto a estágio de desenvolvimento e perspectivas como negócios comunitários de impacto socioambiental.
• 21 organizações apoiadas na Jornada de Aceleração, rumo à sustentabilidade financeira, socioambiental e organizacional .
• 27 organizações amazônicas em diferentes estágios de maturidade assessoradas em estratégias de modelagem de negócios.
• 22 protótipos de acesso a crédito rural em andamento, em parceria com o Banco da Amazônia e a Cresol.
Mapeamento de compradores de insumos da sociobiodiversidade, detalhando demandas de 85 empresas e levantamento da oferta de 25 organizações no âmbito da sondagem inicial de arranjos de comercialização.

Mais informações em https://desafioconexsus.org/