Acesse o documento que resume os aprendizados do Fundo Vale na implementação de uma estratégia com foco em cadeias produtivas e negócios sustentáveis na Amazônia. Fechar

17 de Maio de 2016

Manejo florestal comunitário em pauta

Lançamento de publicações, documentário e mesa de debates marcaram seminário realizado no dia 28 de abril, organizado pelo Instituto Floresta Tropical (IFT), em Belém. Fundo Vale participou da mesa de debates.

Mesa de debates dialogou sobre rumos e perspectivas do manejo florestal na Amazônia. Foto: arquivo IFT

Mesa de debates dialogou sobre rumos e perspectivas do manejo florestal na Amazônia. Foto: arquivo IFT


17 de maio, 2016 – “O uso planejado dos recursos florestais é uma das formas mais eficientes e legítimas de se buscar a conservação ambiental e a autonomia social e econômica em florestas comunitárias da Amazônia”. O trecho foi retirado da publicação “Reflexões sobre a execução do Projeto de Apoio ao Desenvolvimento do Manejo Florestal Comunitário e Familiar em Florestas Públicas da Amazônia Brasileira”, lançada durante seminário realizado pelo Instituto Floresta Tropical (IFT) no último dia 28 de abril. Participaram do evento cerca de 110 convidados, divididos entre comunitários, representantes do poder público e de instituições não governamentais, além da sociedade civil organizada, empresas do setor florestal e instituições de ensino, pesquisa e extensão.

A publicação foi produzida pela equipe técnica que desenvolveu o projeto executado em parceria com o Fundo Vale. Coordenado pela engenheira florestal Ana Luiza Violato Espada, o projeto se propôs a mitigar alguns dos problemas estruturais do setor florestal amazônico ao desenvolver, aprimorar e disseminar modelos de uso dos recursos florestais por famílias e comunidades rurais da região em uma lógica integrada do uso econômico da floresta.

O seminário reuniu diversos atores do segmento florestal para debater os rumos e as perspectivas do manejo florestal realizado por populações tradicionais. Patrícia Daros, diretora de operações do Fundo Vale, comentou que alguns avanços do setor florestal representam o empenho e esforço do IFT na condução dos programas que desenvolve. “O Fundo Vale tem orgulho de estar aqui hoje. Trabalhamos com projetos de conservação e preservação do bioma Amazônia e o manejo florestal ganhou destaque pois tende a reduzir o processo de degradação ambiental. Estamos há seis anos acompanhando o IFT nessa empreitada, ainda tem muito a ser conquistado nessa temática e reconhecemos o trabalho que vem sendo realizado”, destacou.

Produtos de comunicação foram lançados durante o evento, entre eles o documentário de curta metragem intitulado “Florestas Comunitárias”, que conta como foi executado o projeto e as percepções das populações tradicionais sobre a dinâmica de trabalho desenvolvida pelo IFT.

Lei na íntegra em http://ift.org.br/manejo-florestal-comunitario-em-pauta/