Acesse o documento que resume os aprendizados do Fundo Vale na implementação de uma estratégia com foco em cadeias produtivas e negócios sustentáveis na Amazônia. Fechar

27 de Abril de 2019

Startups contam histórias de produtos sustentáveis da Amazônia

A atividade fez parte do Workshop do Programa de Aceleração da Plataforma Parceiros pela Amazônia (PPA), com foco em marketing, vendas e posicionamento de marca.

*********************************************

Contar a “história por trás do produto” para criar empatia com o consumidor foi o desafio que os negócios de impacto socioambiental tiveram que encarar, no encerramento do segundo Workshop do Programa de Aceleração da PPA, realizado, em Belém (PA) entre os dias 24 e 26 de Abril. Depois de dois dias de discussão e exercícios voltados para marketing, vendas e posicionamento de marca, as 15 empresas aceleradas participaram de uma oficina de comunicação para negócios sustentáveis, facilitada pela produtora O2 Filmes.

Os empreendimentos tiveram a oportunidade de preparar uma apresentação para o time de especialistas da produtora, contando uma história que pudesse mostrar o impacto socioambiental de seus negócios e emocionar o público consumidor. Tendo a internet como principal meio de comunicação atual com os clientes, Janaína Augustin, da O2 Filmes, conseguiu oferecer um retorno imediato aos empreendedores amazônicos, atentos a todas as dicas.

A PPA nasceu com o objetivo de liderar a construção de soluções inovadoras para o desenvolvimento sustentável na Amazônia junto a empresas e o setor privado, priorizando investimentos em negócios de impacto socioambiental. Na prática, a PPA atua na incubação e aceleração de empreendedores, na realização de estudos estratégicos para ampliação de investimentos e por meio da parceria entre empresas, comunidades e governos.

O Programa é coordenado pelo Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (IDESAM), com apoio da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID) e do Centro Internacional de Agricultura Tropical (CIAT).

Leia na íntegra em https://idesam.org/startups-comecam-a-contar-suas-historias-atraves-de-produtos-sustentaveis-da-amazonia/