Organizações parceiras

O Fundo Vale pautou sua história na construção de parcerias sólidas e iniciativas estruturantes para a transformação positiva da localidade, construindo coletivamente soluções para conciliar economia, sociedade e natureza.

  • Recam - Rede de Capacitação da Amazônia

    Criada no final de 2013, a Rede de Capacitação da Amazônia - Recam é uma iniciativa colaborativa de organizações socioambientais que atuam na Amazônia promovendo a capacitação como um pilar para fortalecer a gestão social, ambiental e econômica em nível municipal. Sua missão é promover e dar escala a iniciativas de gestão local sustentável na Amazônia, por meio da colaboração, da capacitação e do fortalecimento da governança socioambiental.

    Visite o site do parceiro
  • FIIMP - Fundações e Institutos de Impacto

    O FIIMP - Fundações e Institutos de Impacto é um grupo formado por 22 fundações e institutos – familiares, corporativos e independentes - que se uniram em 2016 para aprender, acompanhar e conhecer os resultados de investimentos em negócios de impacto socioambiental, experimentando o uso de diferentes mecanismos financeiros. Sua primeira ação realizada coletivamente, com aportes compartilhados, é a iniciativa de Aprendizado com Negócios de Impacto Socioambiental. O grupo espera fortalecer o campo social através do investimento em negócios de impacto socioambiental, inspirando os demais atores sociais a também fazê-lo.

    Fazem parte deste coletivo: Childhood, Fundação BMW, Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, Fundação Lemann, Fundação Otacílio Coser (FOCO), Fundação Raízen, Fundação Telefônica Vivo, Fundação Tide Setúbal, Fundo Vale, Instituto Ayrton Senna, Instituto Coca-cola, Instituto Cyrela, Instituto de Cidadania Empresarial (ICE), Instituto EDP, Instituto Holcim, Instituto InterCement, Instituto Phi, Instituto Sabin, Instituto Samuel Klein, Instituto Vedacit, Instituto Votorantim e Oi Futuro. O grupo conta com o apoio técnico do GIFE, Phomenta e ANDE (Aspen Network of Development Entrepreneurs).

    Visite o site do parceiro
  • Fundação Mitsui Bussan do Brasil

    A Fundação apoia atividades nas áreas de educação, meio ambiente e intercâmbio bilateral entre o Japão e o Brasil, a fim de contribuir para o fortalecimento da amizade e o desenvolvimento de parcerias entre os dois países. Em 2016, a Fundação tornou-se parceira do Fundo Vale com o apoio compartilhado ao projeto desenvolvido pela Unesco, o Pesca Sustentável na Costa Amazônica.

    Visite o site do parceiro
  • ARA

    A Articulação Regional Amazônica - ARA é uma rede composta por 51 organizações da sociedade de sete países da bacia amazônica. Nasceu em 2007, como o intuito de articular o trabalho de organizações que atuam em favor do desenvolvimento sustentável na região. Ela busca contribuir para a redução do desmatamento e incentivar o uso sustentável da biodiversidade na Amazônia. Sua missão é facilitar a conexão de atores sociais e propiciar oportunidades de intercâmbio de experiências em torno da construção de uma nova economia no território. Buscam construir uma visão ampla e compartilhada da Pan-Amazônia, através da produção e difusão de informação estratégica, de ações articuladas entre seus membros e de alianças com atores-chave da região.

    Visite o site do parceiro
  • Avina

    Parceira institucional do Fundo Vale, a Fundação Avina é uma fundação latino-americana que identifica oportunidades de ação para uma mudança sistemática em direção ao desenvolvimento sustentável, vinculando e fortalecendo pessoas e instituições em agendas de ação compartilhadas. A organização gera e apoia processos colaborativos que melhoram a qualidade dos vínculos entre empreendedores, empresas, organizações da sociedade civil, setor acadêmico e instituições governamentais para contribuírem juntos para o bem comum.

    Visite o site do parceiro
  • Saúde e Alegria

    O Projeto Saúde & Alegria - PSA atua na Amazônia desde 1987 promovendo processos participativos de desenvolvimento comunitário integrado e sustentável, que contribuem de maneira demonstrativa no aprimoramento das políticas públicas, na qualidade de vida e no exercício da cidadania. Trabalha hoje diretamente em quatro municípios do oeste do Pará – Belterra, Aveiro, Juruti e Santarém, local de sua sede –, atendendo perto de 30 mil pessoas – em sua maioria povos tradicionais extrativistas organizados em comunidades das zonas rurais, muitas delas de difícil acesso, em situações de risco e exclusão social.

    Visite o site do parceiro
  • Unesco

    Criada em 16 de novembro de 1945, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) tem como missão contribuir para a construção de uma cultura da paz, para a erradicação da pobreza, para o desenvolvimento sustentável e para o diálogo intercultural, por meio da educação, das ciências, da cultura e da comunicação e informação.

    Visite o site do parceiro
  • Idesam

    O Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia - Idesam é uma organização não governamental fundada em 2004 para promover a valorização e o uso sustentável de recursos naturais na Amazônia e buscar alternativas para a conservação ambiental, o desenvolvimento social e a mitigação das mudanças climáticas. Com sede em Manaus, capital do estado do Amazonas, tem suas atividades e programas implementados por uma equipe jovem e dedicada, profissionais de diversas especialidades, e conta ainda com conselhos e auditorias independentes para garantir a transparência do trabalho.

    Visite o site do parceiro
  • ISA

    O Instituto Socioambiental - ISA é uma associação sem fins lucrativos, qualificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip), fundada em 1994, por pessoas com formação e experiência marcante na luta por direitos sociais e ambientais. Tem como objetivo defender bens e direitos sociais e ambientais, coletivos e difusos, relativos ao meio ambiente, ao patrimônio cultural, aos direitos humanos e dos povos. O ISA produz estudos e pesquisas, implanta projetos e programas que promovam a sustentabilidade socioambiental, valorizando a diversidade cultural e biológica do país.

    Visite o site do parceiro
  • Imaflora

    O Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola - Imaflora é uma associação civil sem fins lucrativos, fundada em Piracicaba, no interior de São Paulo, em 1995. Nasceu sob a premissa de que a melhor forma de conservar as florestas tropicais é dar a elas uma destinação econômica associada a boas práticas de manejo e a uma gestão responsável dos recursos naturais. Sendo assim, por meio de suas ações, o Imaflora propõe formas sustentáveis de uso da terra para a sociedade; contribui para formulação, aplicação e monitoramento de políticas de interesse público; facilita a interlocução entre empresas, comunidades e setor público e ajuda a desenvolver e aplicar sistemas de certificação socioambiental de credibilidade.

    Visite o site do parceiro
  • IFT

    O Instituto Floresta Tropical - IFT é um dos líderes do manejo florestal aplicado na região Amazônica, reconhecido como um caso exemplar nos trópicos por estimular o manejo florestal sustentável com práticas de exploração de impacto reduzido. É uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), que promove o manejo sustentável das florestas amazônicas por meio de estratégias de capacitação e treinamento, sensibilização em manejo florestal, pesquisa florestal aplicada, estudos técnicos florestais e extensão florestal comunitária. Considerado um centro de excelência na disseminação e aprimoramento do manejo florestal no bioma, o IFT supervisiona e fornece treinamento e acompanhamento para instrutores nos centros satélites, desenvolve materiais de treinamento de alta qualidade e metodologias que são compartilhadas com os referidos centros. Além disso, realiza pesquisas e atividades nas comunidades para melhorar as práticas de manejo florestal, e ampliar as opções de manejo dos produtores.

    Visite o site do parceiro
  • IEB

    O Instituto Internacional de Educação do Brasil - IEB é uma instituição brasileira do terceiro setor, fundada em 1988, dedicada a formar e capacitar pessoas, e fortalecer organizações nas áreas de manejo dos recursos naturais, gestão ambiental e territorial e outros temas relacionados à sustentabilidade. O IEB atua em rede há 15 anos, busca parcerias e promove situações de interação e intercâmbio entre organizações da sociedade civil, associações comunitárias, instâncias de governo e do setor privado. Como uma organização de ações educativas, incorpora os saberes de parceiros, as diferentes culturas e as técnicas populares.

    Visite o site do parceiro
  • ICV

    Fundada em 1991, o Instituto Centro de Vida - ICV é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), que busca construir soluções compartilhadas para a sustentabilidade do uso da terra e dos recursos naturais. A disseminação de seu trabalho se dá por meio da comunicação socioambiental, capacitação e empoderamento de grupos sociais marginalizados. Uma característica importante é sua atuação em parceria e em rede com outras organizações e coletivos de diversos setores da sociedade, sempre atuando nas áreas de governança ambiental e das políticas públicas em nível estadual e das iniciativas locais em nível municipal.

    Visite o site do parceiro
  • GTA

    Criada em 1992, a Rede Grupo de Trabalho Amazônico - GTA é formada por 20 coletivos regionais em nove estados brasileiros que ocupam mais da metade do tamanho do país, envolvendo mais de 600 entidades representativas de agricultores, seringueiros, indígenas, quilombolas, quebradeiras de coco-babaçu, pescadores, ribeirinhos e entidades ambientalistas, de assessoria técnica, de comunicação comunitária e de direitos humanos. Com um grande número de projetos e mobilizações gerando novas políticas e atitudes ao lado de seus parceiros e outros fóruns socioambientais, a rede mostra que os maiores guardiões da biodiversidade e do futuro estão nas comunidades das matas, nos litorais, nos rios, nas florestas e demais remanescentes naturais.

    Visite o site do parceiro
  • FVA

    A Fundação Vitória Amazônica - FVA surgiu em 1990, durante um evento que reuniu cerca de 100 pesquisadores especialistas em estudos relativos à Amazônia para discutir áreas prioritárias para a conservação da região. Definiu a Bacia do Rio Negro como área geográfica de atuação por se tratar da maior bacia hidrográfica de rios de água preta do mundo, na época ainda pouco estudada e conhecida. A partir da experiência no Parque Nacional do Jaú, com os estudos para a criação do Plano de Manejo do parque, a Fundação vem desenvolvendo projetos nas áreas social, de manejo e uso de recursos e de políticas públicas, que contribuem para solucionar os problemas locais a partir de iniciativas sustentáveis, voltadas para a construção de um modelo alternativo de desenvolvimento regional pautado na responsabilidade socioambiental.

    Visite o site do parceiro
  • Forest Trends

    Fundada em 1999 e baseada nos Estados Unidos, a Forest Trends trabalha para expandir o valor das florestas para a sociedade, promover o manejo e a conservação florestal sustentável por meio da criação e captação de valores de mercado para serviços ambientais. No Brasil, a atuação do Forest Trends foi intensificada a partir de 2008 com a realização de oficinas de capacitação em PSA (Pagamentos por Serviços Ambientais) e REDD (Redução de Emissões por Desmatamento e Degradação) para organizações da sociedade civil e governos municipais e estaduais interessados no tema, destacando-se o papel da organização no desenvolvimento do Projeto de Carbono Florestal Suruí, juntamente com o povo Suruí e organizações parceiras, e apoio técnico ao governo do Acre na elaboração e implementação do SISA.

    Visite o site do parceiro
  • Ecam

    A Equipe de Conservação da Amazônia - Ecam é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) voltada para proteção biocultural da Amazônia e dos povos que nela residem. Sua missão está voltada para o fortalecimento das comunidades tradicionais e a conservação do meio ambiente. Foi criada em 2002 para atender às necessidades das comunidades indígenas devido aos importantes trabalhos efetuados com as comunidades Kamayurá e Yawalapiti, localizadas no Parque Indígena do Xingu, e hoje atua em Rondônia, Amapá, Pará e sul do Amazonas.

    Visite o site do parceiro
  • CSF

    A Conservação Estratégica (Conservation Strategy Fund - CSF) é uma organização internacional sem fins lucrativos que apoia conservacionistas na utilização de ferramentas da economia, com foco na busca de soluções inteligentes e eficientes para os problemas ambientais mais urgentes. Desde a sua criação, conduziu dezenas de estudos sobre ambientes florestais, fluviais e costeiros. A maior parte de seus projetos é focada nos Trópicos, pois estes apresentam níveis extraordinários de biodiversidade. Para maximizar a influência e a qualidade dos estudos realizados pela organização, envolve profissionais experientes e reconhecidas organizações socioambientais em todos os projetos.

    Visite o site do parceiro